segunda-feira, 9 de julho de 2012

Não perca os pequeninos de vista

Por Camila Lopes




Foto: Morgana Gomes



Sabe, eu sigo seus passos. Vejo os seus vídeos. Acompanho seus movimentos pra fazer igual. Você é o meu exemplo. Um dia, portanto, quero talvez te olhar com mais naturalidade. Quem sabe tomar um café, falar até mesmo de outras coisas que não sejam conquistas. Por exemplo, seu medos, fraquezas: como tudo começou? Como foi sua evolução? Teve muito medo no início? Assim te sinto mais próxima, mais humana...
Por isso eu peço: não me esnobe, por favor. Não me olhe de cima. Até porque, por mais que eu te admire, eu não te acho melhor que eu. Porque eu sei que a única coisa que me separa de você é o treino e a dedicação. Ninguém é especial. Não olhe meus tríceps estourados e cansados como uma prova da minha fraqueza. Para mim eles são tão fortes... São o meu orgulho. Mesmo que eu não consiga planchar a 5 pés do chão.
Quero um dia dizer aos que estão começando: “conhece fulana? Já treinei com ela, ela era realmente incrível.” Sabe, eu gosto tanto de ensinar aos que estão começando, com todas as dificuldades possíveis... Eu já fui essas pessoas. Seguindo a lógica, um dia poderei ser você. Então não se ache assim tão especial. Os outros me fazem evoluir. Por isso treino com todos; a torcida, as dicas me ajudam. Queria um dia receber isso de você. Como eu faço com os outros. Eu não consigo evoluir sozinha. O outro também não. Você também não.
Ouso dizer que se você tivesse a (não) história de vida física que eu tive, não chegaria a ser o que eu sou. Cada conquista minha é muito suada. Cada flexão, cada muro conquistado é um privilégio enorme. Os meus próprios movimentos me são os mais bonitos. Desculpe dizer, mas por mais que eu te admire, para mim vale mais o meu muro de 2 metros que a sua precisão de 14 pés. Para mim, qualquer coisa tem um ar muito mais belo. Bem, eu acho que consigo ver tudo mais bonito; arrisco a dizer que o meu Parkour é mais feliz que o seu =). O que você faz já com naturalidade me faz vibrar por dentro quando eu consigo fazer.
Às vezes, não tenho tempo e/ou dinheiro para me dedicar mais. E às vezes é preguiça mesmo. Mas não quer dizer que eu deseje menos que você. Você não me conhece: quem sabe eu não evolui mais  que você, do ponto onde eu comecei? Sabe, se você tivesse o mesmo medo que eu, teria a mesma coragem para enfrentá-lo? Nunca saberemos.
Ainda sobre a evolução: ela nunca é uma linha reta. E nunca é a mesma linha para todos. As pessoas se esquecem disso. Que o que pode ser fácil para mim é difícil para você, e vice-versa. E ainda assim, insistem em seguir piamente os exemplos dos que estão lá na frente. Quem sabe a evolução da cada um não trilhe caminhos diferentes e leve a lugares completamente novos? Então por que querer repetir o mesmo movimento?
Pense. Aproxime-se. Eu gosto de você, da sua técnica, da sua naturalidade em fazer o que eu ainda não me vejo fazendo. Queria um dia que todas pudéssemos sentar juntas e falar sem mistérios sobre nossas forças e fraquezas. Somos todos humanos, poxa. Saia um pouco do pedestal em que nós mesmas te colocamos sem querer, e venha conversar conosco. Até porque, eu não quero te bajular: só observo atentamente cada movimento seu para fazer também. Para um dia ser como você.
Que venham a ti os pequeninos. Que você possa aprender com eles.

10 comentários:

  1. Fiquei me perguntando se já não fui esnobe com alguém. E olha que não sou grande coisa.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Ah agora tá legal ;)

    Eu nunca te vi tendo uma atitude esnobe Tati, pelo contrário: você sempre ajudou a todos...

    ResponderExcluir
  4. Ops!
    Acho que este tipo de posts são só para ser memorados.

    bah.. bons pensamentos ai

    ResponderExcluir
  5. BELAS PALAVRAS BELOS PENSAMENTOS , E INTERESSANTE QUANDO ALGUEM EXPRESSAR O QUE MUITOS TENTAM E NAO CONSEGUEM :)
    ADOREI A LEITURA E ESPERO LEVAR ISSO PRA MINHA VIDA TODA COMO EU SEMPRE PRESERVEI ... BONS TREINOS BOA EVOLUÇÃO
    ABRAÇOS :HYNA

    ResponderExcluir
  6. quanto drama tatiana..sinceramente acho que a falta de evoluaçao nao ta pela falta de vontade,e sim por estar botando uma limitaçao subconciente de "sou mulher,tenho medo"tambem sou mulherm,tambem sinto medo,mas sinceramente ficar postando fotos fazendo flexoes e barras nao vai me fazer evoluir,so mostra que voce esta tentando provar para os outros que treina,nao se limite,vá alem,eu realmente acredito que voce consegue,beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi! O texto não é meu! É da Camila!

    ResponderExcluir
  8. toma ai tati... auhuhauhauhauhauhuhauhauhahua

    ResponderExcluir
  9. Ahahahahahaha... Eu rio quando leio esse comentário. Até porque acho que a pessoa não entendeu a mensagem da Camila. A mensagem era sobre as relações entre pessoas e não treino.

    ResponderExcluir