quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Daniele Tiemy



Nome: Daniele Tiemy Taniguchi

Cidade: Maringá-Pr

Idade: 16 anos

Fale um pouco sobre você: Bom, sou estudante do 3º em, faço estágio em uma clínica de fisioterapia e treino parkour geralmente aos domingos e patins inline aos sábados

Há quanto tempo você treina: A cerca de 3 anos, não consecutivos





Como você conheceu o parkour: Bom, tudo começou quando eu, em mais um dia sedentário, estava na internet e um tracer de Boituva-Sp me manda um vídeo deles pulando de um lado pro outro. Eu não fazia ideia do que era, e resolvi perguntar, e do mesmo modo, decidi pesquisar a respeito. Na época não havia muitas informações a respeito do parkour, mais conhecido, na época, como 'Le Parkour' mas consegui algumas informações e me interessei muito, principalmente com a história e a filosofia descrita nas fontes. E pesquisando mais... acabei achando uma comunidade no orkut do Parkour Maringá, olhei quando era os treinos conversei por internet com eles e compareci em um!

O que você viu no parkour: É hipnotizante, apaixonante, expressivo, liberta! Esses são apenas alguns dos adjetivos que consegui usar pra descrever o quão mágico e magnífico é a pratica, e nos traz essa sensação de liberdade e superação única.

O que o parkour significa para você: Autocontrole, coordenação, objetividade, você estar no controle de si mesmo! Foi através da prática do parkour que percebi toda essa evolução em mim, seja física e psicológica. O parkour de uma maneira incrível transforma você, para melhor, te dá mais coragem, força de vontade e determinação. Conforme o tempo foi passando, vi que comecei, tanto no parkour quanto na vida, a ter uma segurança bem maior nas coisas que eu realizava, e sempre tendo um objetivo bem mais claro e me dando a disciplina necessária.

Quais foram os seus maiores desafios quando você começou a treinar parkour? O mais dificil, foi no início, pois eu/nós (parkour Maringá) não tínhamos a base que temos hoje com toda essa informação.. éramos muito despreparados, e vejo que devido a isso minha evolução foi bem mais regressa e trabalhosa. Mas, fico feliz pois necessitávamos disso pra estarmos corrigindo os que começam agora e auxiliá-los em sua evolução.Um outra dificuldade foi o fato de no começo eu não ter tido o apoio de meus familiares, mas após eu mostrar o quanto o parkour era importante pra mim, eles entenderam, e hoje até apoiam! E um outro probleminha foi o da adaptação do meu corpo, pois por eu ter sido sedentária, o meu corpo não estava nada preparado, não tinha força e coordenação e principalmente o fator psicológico. Porém, com o tempo, foi tudo se encaixando em seu devido lugar, e eu me adaptando conforme o meu tempo. E hoje sou extremamente realizada ao ver a minha evolução e o quanto eu me superei durante toda essa caminhada e o objetivo segue constante, evoluir cada vez mais... como traceuse e como pessoa.

O vídeo abaixo é um registro antigo da Danny...

Se quiser conferir o material de treinos da Danny e do pessoal de Maringá, vale dar uma passada no canal dela no Youtube (http://www.youtube.com/user/Daniipk)

2 comentários:

  1. UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUP

    ResponderExcluir
  2. parabéns bixinha !
    eu tenho treinado bastante a minha precisão,estou cada dia melhor, graças a Deus...não sou boa como vc, mas vou chegar lá.
    bjin!

    ResponderExcluir