terça-feira, 4 de junho de 2013

Ensinando se aprende!

"A gente aprende de verdade quando tem de ensinar aos outros!"



Essa frase eu escutei de um professor na UFRJ. E é mais do que certa! O aprendizado, pelo menos para mim, está ligado a ter de passar adiante. Não é por acaso que dizem que a vantagem em ser professor está na troca constante de conhecimento com os estudantes.

Desde o início do ano que estou na vibe ou treinar sozinha, ou seguir o que me pedem nos treinos com a galera. Porém, ao chegar ao Méier onde marquei de treinar tive de sair da minha zona de conforto egoísta. Os dois rapazes eram relativamente novos (tanto em idade quanto no parkour), e por isso mesmo me vi obrigada (obrigação boa) de passar adiante o pouco que sei.

Interessante que normalmente fico com as meninas e as crianças treinando quando me vejo na situação de "orientar" um treino. Todos temos quase as mesmas dúvidas e medos no início. A evolução de cada um depende do seu histórico de atividades, sua consciência corporal, e vontade de conseguir algo. Para quem está guiando o treino o desafio é adequar o treino a cada um. Nisso, colocamos a memória para funcionar. E quando a mesma não ajuda, fragmentamos alguns movimentos em mil pedaços, e misturamos com treino físico. Aprendemos mais de como treinamos e fazemos nosso corpo funcionar, enquanto eles veem que parkour é mais do que os saltos que os vídeos mostram.

Eles nem sabem o quanto me ensinaram nesse domingo! Me fizeram lembram daquela coisinha chamada troca de conhecimento. Aquela que pensei não existir mais depois de ter terminado o mestrado. Obrigada, rapazes!


Leo e Renan no Méier

0 comentários:

Postar um comentário