quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Um pouco do 6º ENPK

Por Bruna Pires - Originalmente postado em www.parkourthe.com




Fui escalada (quase intimada) para falar sobre o 6º Encontro Nordestino de Parkour no blog do Parkour Teresina. Pois bem, acredito que de todas as edições esse foi o encontro mais cheio de surpresas: a reunião não foi no alojamento, houve mais de uma reunião, Duddu não saiu lesionado, enfim... Vamos por partes.

Nesse nordestino, tivemos a honra de compartilhar do mesmo teto, comida, brincadeiras e treinos com tracers de São Paulo, Maceió, Aracaju, Rio de Janeiro, Teresina (lógico, se não eu não estaria escrevendo esse texto) e São Luis, a cidade sede.
Fomos chegando aos poucos e nos alojando, alguns saíram pra conhecer a cidade, outros ficaram conversando, dormindo, treinando e assim o dia foi passando. Teve treino no prédio da Telemar, onde, por ser um pico que exige bastante psicológico, muitos travaram ao chegar no último andar. Saímos de lá e fomos para outro pico, pertinho do mar, onde o vento era nosso maior obstáculo. Pra mim, e acredito que para a maioria, o encontro só começou mesmo quando o pessoal de Maceió e Aracaju chegou. Foi só eles chegarem que a bagunça começou, desde virar tampinha de pimenta (isso mesmo, pimenta!) até uma longa e cansativa madrugada de treinos. Treino físico no próprio alojamento para aquecer e treinos pela cidade até aproximadamente 4hs da manhã.
Segundo dia fomos novamente para o prédio da Telemar, dessa vez muitos não passaram do primeiro andar. (Resolvemos o ‘problema’ treinando no térreo). De lá seguimos para o centro, Parque do Bom Menino. Não foi um bom dia para todos, não é meu caro Roque?
Terceiro dia pretendíamos acordar bem cedo para irmos a uma cidade vizinha. O plano inicial era sairmos antes das 7hs. (Esse horário ainda estávamos dormindo). O pessoal que estava de carro foi um pouco mais tarde.
Vou-me utilizar desse parágrafo para contar da nossa ida (do pessoal que estava de carro) para a cidade vizinha, São José do Ribamar. Saímos em três carros, os de Maceió, Aracaju e Teresina. Pi dirigia um carro, Pop outro e Danilo outro. Sempre um esperando os outros. Alguém do nosso carro (não vou dizer quem porque não lembro com total certeza, mas acho que Valtenir) teve a brilhante ideia de jogar ovo de codorna nos outros carros, primeiro no carro de Pi, mas depois o alvo era Duddu (porque ele começou a cantar). Congestionamento. Oportunidade perfeita pra Pi descer do carro e jogar areia no vidro do nosso carro. Imaginem a cara do pessoal dos outros carros, alheios. No final chegamos todos bem e com uma história a mais para contar.
Passamos o dia em São José do Ribamar, onde ocorreu a tradicional reunião. Muitos pontos foram levantados: brigas e intrigas bestas, onde será o 7º nordestino, quem fez o almoço, houve reconhecimento e humildade por parte de um praticante de Teresina, Pedro. Parabéns Pedro, você percebeu que é preciso conhecer as pessoas antes de julga-las baseando-se apenas em especulações de terceiros. Espero que leve isso para a vida toda.
Retornamos ao alojamento onde houve uma espécie de segunda reunião. Discutimos sobre o parkour e os que se sentiram à vontade (ou não) deram seus depoimentos frente a câmeras de vídeo. Acho que não tinha sido feito isso antes: colocar a pessoa frente a câmera, dizer ‘você é o centro’ e bombardea-la de perguntas. Isso foi, no mínimo, interessante. Basicamente o encontro acabou com essa última reunião, pois assim como ‘fomos chegando aos poucos e nos alojando’, fomos também saindo aos poucos e deixando saudades. Primeiro foram Erivan, Teinha e Felipe, mais tarde foi Nina, nossa nordestina de São Paulo, depois Maykon, Marcus, Rodrigo, Alexandre e Pedro. Mais tarde foi a vez de Pop, Duddu, Pi, Bata, Lú, Roque, Pri, JC, Taci, Uvinha e Talvanes (ouvi dizer que Tal foi no bagageiro, ainda hoje não acredito. Quer dizer, acredito sim, vindo daquele povo louco que ele anda, não duvido de absolutamente NADA!). Eu (Bruna), Danilo, George, Cris e Manga fomos os últimos do dia, saímos e debaixo de muita chuva. E os últimos do encontro foram Valtenir, Pombo e Franklin. Deixamos Chacal, Júlia, Romeu, Leo, Lucas e Charles em São Luis mesmo. =D
E assim dou por encerrado o 6º Encontro Nordestino de Parkour. Os.: A vencedora foi a cidade de Teresina, trouxemos a taça e sediaremos o 7º ENPK.


Notas:

Gostaria de:
- agradecer a organização do evento por nos proporcionar momentos inesquecíveis como esses, citados ou não acima.
- parabenizar a presença do tio, Alexandre, dos meninos menores de idade, Maykon, Rodrigo e Marcus. Achei muito legal saber que a família apoia a prática.
- reforçar o convite para o 7º Encontro Nordestino de Parkour que ocorrerá na calorosa cidade de Teresina! Conto com a presença de todos e não haverá motivos para faltarem. O encontro ocorrerá no carnaval, em Teresina. Dá tempo de juntar dinheiro, ainda temos um ano. Se encontrarem passagem barata, compre. O evento ocorrerá!

Até breve.

0 comentários:

Postar um comentário