quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Não me venha com churumelas

É unanime, vídeos de parkour inspiram todos os traceurs e traceuses do mundo. O parkour cresceu numa época frenética da internet e se desenvolveu junto com ela. Quem nunca viu um movimento em vídeo e ficou louco tentando copiar depois que atire a primeira pedra.
Além de amar o parkour eu amo fazer vídeos, então eu os assisto o mais freneticamente possível, tenho essa necessidade de criar um acervo mental de planos, movimentos de câmeras e ideias pra quando eu for filmar, e eu amo o youtube por isso. Hoje em dia todo mundo tem uma câmera e qualquer peido da vida real é registrado em vídeo.
Esses dias de manhã, um tempo chuvoso, um frio desgraçado, não fui pro curso e fiquei no youtube tirando o atraso dos vídeos que estavam acumulando na semana. Vi vídeos novos, antigos, e principalmente vídeos de encontros de parkour, há alguns dias do 5° Urban Parkour esse é o tipo de vídeo que mais tenho visto. Encontro de Parkour, engraçada essa combinação de palavras, ou deveria dizer irreal?
Eu nunca sai do meu estado pra um encontro de parkour, então os vídeos são o que me mantem atualizada e me fazem sentir o tipo de clima que rolou la. Confesso que na tal manhã chuvosa e fria pra desgraça eu fiquei bem triste e decepcionada quando procurei por vídeos de parkour, que no titulo traziam 'encontro de parkour', e não encontrei o parkour, só o vídeo.
Eu tenho uma ideia minha de encontro perfeito que não vem ao caso aqui, algumas pessoas mais proximas sabem e é isso que eu tento fazer no encontro aqui do estado, mas muitas dessas ideias vem de coisas que vi em outros lugares e que gostaria que acontecessem aqui. Não tenho medo de copiar o que acho bom, mas sinto falta de achar algo bom pra copiar.
 Eu ouço falar muito mal do Art Of Motion e do que ele representa para o parkour, vi uma cara de pessoas fazendo manifestação anti AOM, e eu até concordo em partes. Mas ai eu vejo a mesma cara de pessoas (e pessoas diferentes) girando e girando e girando pra um lado no tal encontro de parkour. Cade o parkour no teu encontro?
Eu quero abrir o youtube e ver a cena do cara tentando um precision 4 vezes antes de conseguir, e da galera toda gritando quando ele acertar. Da menina se cagando no cat leap alto e distante, da galera em baixo dando apoio e daquele momento de coragem dela se jogando. Eu quero gritar 'oh pora' pra aquele flow foda e gritar junto com as pessoas no vídeo como se eu estivesse lá e estivéssemos todos sentindo a mesma coisa. Quero ver as palhaçadas básicas de encontro, não da pra fugir disso, mas quero ver a corrida sem firula.
Nada contra os giros, acho legal, mas fiquei tonta e tive que tomar um remédio pra me estabilizar de novo depois de tanto giro que vi. Não to dizendo que você ta proibido de colocar um free running no vídeo, você faz o que você quiser, mas lembra que no título ta dizendo Encontro de Parkour, me mostra o encontro, me mostra o PARKOUR.
Vai protestar pro AOM, porque não começar mudando as coisas na própria cidade. Tenho esse pensamento que o melhor lugar pra se mudar o mundo é ao lado.

Me faça um favor, quando fizer vídeos do seu encontro de parkour, não esqueça o parkour ok?!

8 comentários:

  1. E só pra completar: "Quem nunca sentiu labirintite que mande o primeiro side..."

    ResponderExcluir
  2. E aew a quanto tempo tudo bem com você?...

    Você está certa, me amarro no parkour, nao sei giros
    só o mortal e às veses fico triste por isso, mas fazer o que parkour é parkour e free running é free running, mas nada a acrescentar...

    ResponderExcluir
  3. Pois é... dividimos a mesma opinião. Doida pra te encontrar!

    ResponderExcluir
  4. http://www.youtube.com/watch?v=wYBppqPUeq0

    ResponderExcluir
  5. recalque pq nao sabe girar

    ResponderExcluir
  6. Concordo completemente! Eu gosto de free running, mas tou vendo que muitos videos de encontros (na verdade, todos os videos de "parkour" em geral) so tem alguns movimentos de parkour mesmo.

    ResponderExcluir