quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

3° Encontro Feminino de Parkour - por Jay

Publicado por Jay Amancio - http://oestranhomundodejay.blogspot.com/


  Como eu poderia imaginar que tantas garotas que eu não tinha visto ou falado antes iam parecer tão importantes para mim que me motivam a estar com um mapa na mão planejando uma rota de viagens e pensando em como "rechear o porquinho" só para revê-las em breve. É sincero, é assim que eu me sinto com relação a elas e não tenho dúvida de que muitas possuem o mesmo sentimento ou algo similar.
  Desde que eu comecei a treinar eu penso nesse encontro, porque desde o incio de 2011 as meninas do Rio de Janeiro começaram a idealizá-lo, graças é claro a Tati e a Bruna que assumiram o compromisso de trazer o encontro para cá. Nesse caminho entre reuniões pós treinos, praça de alimentação, skype, e-mails, problemas e blá o encontro foi elaborado e com isso eu só quero ressaltar a minha admiração por essas pessoas. Cada uma colaborando com as suas idéias, com seus talentos. Tati é sábia, admirável e "enfermeira", Bruna é a musa, porta-voz eloquente e criativa, Camila e suas maravilhosas planilhas, Desiré e sua arte sempre linda, Marcia que mesmo depois abraçou a causa, Sarah ajudando com a inscrições, Luana a eterna companheira, Marcela e sua inciativa de limpar a praça e JJ claro, sempre apoiando o Parkour feminino, ele ajudou muito mesmo, inclusive com imprevistos.
  Vocês são pessoas maravilhosas e eu quero agradecer muito a todos vocês. por pensarem tanto em como trazer, abrigar,recepcionar, alimentar e hidratar a mulherada. O encontro foi supimpa, cheio de bons resultados.
  Encontro seu lindo, nossos dias juntos foram maravilhosos.
  Eu mal consigo acreditar em como a vibe do encontro estava boa, em como a família PK estava feliz e expandindo seus horizontes ali mesmo, nos picos que adoramos ir. Foi um encontro de muitas trocas e vislumbres onde compartilhamos conquistas, quedas, machucados, aprendizado, amigos, idéias. Se teve problemas? Sim. Teve sustos? Sim. Com certeza, mas nada que realmente estragasse a idéia inicial do encontro. Quando eu penso nele só consigo pensar nas pessoas incríveis que eu tive oportunidade de conhecer.
  Fico feliz pela escolha dos picos porque vi as pessoas aproveitarem bastante o espaço, e estarem realmente satisfeitas com ele que acomodou todos os níveis de PK e também as oficinas, que foram maravilhosas por sinal, onde eu fiquei impressionada por muitas pessoas participarem, lindo de se ver. Eu aprendi bastante e vi muitas pessoas se darem a oportunidade de aprender e ensinar. Bom falando das oficinas não tem como não agradecer as meninas e aos rapazes que compartilharam as suas experiência e seus talentos com a gente. Então JJ e Ju Dantas, obrigada pelo Climb. Danny Tiemy e Mari Ribas obrigada pelas precisões. Mari Reis, sua monstrinha , obrigada pelos vaults e SD, e as meninas que ajudaram a oficina de barras como a Isis, Ju, Raíssa e Tati. Vocês foram incríveis.
  Não quero que o texto pareça uma carta de agradecimento mas é que eu estou realmente muito grata por cada pessoa que conheci. Cada coisa que aprendi. Cada momento que eu vivi porque cada uma no parkour feminino  é maravilhosa da sua forma. Inspira da sua forma. E estou muito orgulhosa e feliz de fazer parte disso. Suas brutas!
  Há algo que a Bruna sempre diz que eu concordo: Parkour é uma ótima terapia motivacional. Ver pessoas torcendo pelo seu sucesso, por cada cada medo que você supera, não tem preço que pague esse companheirismo gratuito. Meus momentos mais marcantes sobre isso foi quando a Fernanda conseguiu fazer o exercício da barra (Troço tenso, acho que era principio para planche) Ela saiu emocionada, A Mari foi abraçar e em poucos segundos estávamos  todas lá em um abraço coletivo do qual eu confesso sai igualmente emocionada, enxugando discretamente lagrimas porque é assim, ficamos sinceramente felizes pelas conquistas alheias e esse não foi o único exemplo de alguém se superando porque eu felizmente presenciei vários. Parabéns a todas.
  Eu vi garotos ajudando as chicas ou no minimo respeitando o espaço, principalmente no segundo dia. O que é sensacional, querer participar mas ainda assim entender que o foco era para elas, as traceuses. Bom alguns não queriam respeitar muito o lanche com foco nas minas mas qualquer problema enfrenta os braços da Tati meu irmão!
  Teve duas propostas brilhantes nesse encontro a 1° adote uma Parkita/ Traceuse onde a idéia era alguns se disponibilizarem a ajudar financeiramente algumas garotas que queriam vir para o encontro mas não tinham total condição. A idéia em si já foi admirável, porque ao invés de trazer alguém onde todos seriamos apenas platéia, queriamos trazer alguém que tinha uma verdadeira intenção de vir e que fosse uma companheira de treino. Se eu não me engano a idéia foi da Sarah e todas adoramos prontamente e eu espero que futuramente mais pessoas adotem essa idéia.
  2° proposta brilhante. Cara essa é realmente genial, a barra da Thorc, premio do desafio de  flexões iria para quem desistisse primeiro simbolizando assim a pessoa que mais precisava. Quem ganhar um desafio de flexões realmente não precisa da barra, já possui esse condicionamento e talvez até uma barra. O ganhador levou calças então Sarah quero te ver bem linda nela e Drika, eu vou te perturbar muito para você usar sua barra, te quiero bruta. Parabéns para ambas! E por todas as pessoas que não só não ficaram chateadas como entenderam e gostaram da idéia.
  Bom eu esbanjo um sorriso enorme e satisfeito só de lembrar do encontro. Eu estou sinceramente muito feliz mas é claro que chegou a parte triste em que elas foram embora, cada uma para um cantinho diferente nesse Brasil e dá um aperto no peito porque eu já estou com saudade delas. Vocês são maravilhosas demais garotas e como a fofa da Weena já disse e eu concordo, eu estou apaixonada por todas vocês, em cada detalhe de vocês como o rosnado cat da Audrey, a maravilhosa Lany, o bração da Sil, as quedas da Raíssa, a jeito fofo da Dantas nossa eu podia passar o dia inteiro falando delas e mesmo assim seria pouco. Não há nenhuma que eu esqueça independente de mencioná-la ou não. Todas já tem um lugar especial no meu coração e ficar emocionada assim me lembra a Danny, aquela emotiva maravilhosa que já me fez chorar de saudade do encontro e de todas. rsrsrs. ADOREI TODAS VOCÊS.
  Voltem logo e nos vemos também em 2013 lá em brasília.

0 comentários:

Postar um comentário