quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Amanda de Freitas Melo





Nome: Amanda de Freitas Melo

Cidade: Betim-MG

Idade: 21 anos

Fale um pouco sobre você: Sou uma pessoa alegre, amiga, companheira, chata, apaixonada incondicionalmente por Deus e pela Virgem Maria, fanática pelos pais e pelos amigos, admiradora das pessoas que não gostam de mim, pra falar a verdade não sei muito sobre mim, só sei que amo tudo o que eu faço amo ajudar as pessoas, amo o parkour, amo praticar esportes, amo a simplicidade da vida, de todos os momentos, de cada instante.




Há quanto tempo você treina? Estou na equipe PKTD há 1 ano e 5 meses +/- mas tive uma lesão e parei de treinar, mas treinando firme mesmo há uns 4 meses.

Como você conheceu o parkour? Vi B13 e fiquei muito interessada, depois comecei a ver vídeos, ai um amigo me convidou para treinar com a PKTD e ate hoje estou praticando, me apaixonando a cada dia mais por esse esporte.

 O que você viu no parkour? De 1º fique admirada pelas coisas malucas que faziam como sempre gostei de esportes radicais, foi amor a primeira vista, mas com o passar do tempo vamos aprendendo o Parkour e toda sua essência, e foi isso que chamou minha atenção, ver pessoas superando seus medos, por algo que aprendeu a amar é lindo, a união que existe dentro do Parkour e uma coisa inexplicável, consideramos a nossa segunda família. A união, o respeito, a superação, é o conjunto de um todo que chama a minha atenção no Pk.



O que o parkour significa para você? “PARKOUR, A ARTE DE VOAR SEM ASAS”.
O Parkour significa muito na minha vida, porque quando comecei a praticar estava com principio de depressão, e graças ao PK e a PKTD eu consegui superar mais esse obstáculo, significa superação, alegria, união, superação, amizade, família

Quais foram os seus maiores desafios quando você começou a treinar parkour?
Tanto quanto o físico, como o psicológico. Limitava-me a acreditar que não conseguiria passar tal obstáculo por causa do meu físico e/ou ficava com medo de me machucar por qualquer movimento que fosse, mas com o tempo adquiri confiança, coragem e hoje aprendi a superar todos meus obstáculos físicos e psicológicos.



0 comentários:

Postar um comentário